Bem-Vindo ao Fórum da Juventude Socialista de Vila do Conde
Bem-vindo ao fórum da js-viladoconde. Agradecemos desde já a tua visita e convidamos-te a fazeres o registo no fórum e assim participar activamente quer seja com opiniões, propostas, ideias, sugestões e até mesmo críticas. O importante é participares e contribuíres um pouco. Um pouco por ti, um pouco pelos jovens em geral e acima de tudo, por Vila do Conde. A juventude socialista conta com os jovens vilacondenses e sobretudo apela à participação de todos.

Contámos contigo!

JS-VC

Visita do presidente da Venezuela, Hugo Chávez a Portugal

Ir em baixo

Visita do presidente da Venezuela, Hugo Chávez a Portugal

Mensagem  André Lopes em Seg Out 25, 2010 1:08 am

Hoje o presidente Hugo Chávez visitou o nosso país... Deixo-vos com a notícia do Diário de Notícias para que percebam o fundamento da dita visita.

"Em menos de 10 horas de estada, com o objectivo de reforçar a cooperação entre os dois países, o presidente venezuelano visitou os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) e a JP Sá Couto, a empresa fabricante do computador "Magalhães".
Em declarações aos jornalistas, antes de seguir para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, Hugo Chávez realçou a aliança com o primeiro-ministro português, realçando que "não há mais caminho do que união".
Durante a visita, Chávez assinou acordos para a aquisição de dois navios de transporte de asfalto, construídos nos ENVC, um negócio que ronda os 130 milhões de euros.
Outro acordo formalizado hoje prevê a construção, pelo Grupo Lena, de 12 512 habitações sociais e três fábricas pré-fabricadas, um negócio calculado em 682 milhões de euros.
De destacar ainda a assinatura de um memorando de entendimento para o fornecimento à Venezuela de mais 1,5 milhões de computadores "Magalhães" nos próximos três anos.
Foi igualmente assinado um memorando de entendimento para a cooperação energética e para a constituição de uma empresa mista de transporte e liquidificação de gás natural, sendo a Galp o parceiro português.
Com uma comitiva de nove ministros, Hugo Chávez almoçou com o primeiro-ministro, José Sócrates, e o ministro das Obras Públicas, António Mendonça, na Casa de Chá da Boa Nova, em Matosinhos, um "ex-libris" da zona desenhado pelo arquiteto Siza Vieira e propriedade da câmara local. "

Podem encontrar esta notícia em:
http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1694230


Acrescento ainda a referência à visita presente no site do Partido Socialista:

José Sócrates, sublinhou hoje o “grande desenvolvimento” da cooperação económica entre Portugal e Venezuela nos últimos dois anos, afirmando que “honra a amizade histórica” entre os dois países e os dois governos.

Sócrates lembrou que em 2007 as relações económicas entre os dois países se limitavam à importação de petróleo por parte de Portugal e a uma “pequena exportação que não atingia os 20 milhões de euros”.
Um quadro que, acrescentou, “mudou radicalmente” nos últimos dois anos, apontando, a título de exemplo, o valor das exportações de Portugal para a Venezuela, que só entre Janeiro e Setembro deste ano já atingiram os 100 milhões de euros.
“Este desenvolvimento da cooperação económica, registado nos últimos dois anos, honra a amizade histórica entre os dois países e os dois governos”, afirmou.
José Sócrates falava em Viana do Castelo, numa cerimónia em que, na presença do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, foram assinados vários acordos de cooperação económica entre os dois países.
Um dos acordos diz respeito à construção, nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, de dois navios asfalteiros para a Venezuela, num negócio que ronda os 130 milhões de euros.
“São navios de última geração, de grande exigência tecnológica, num contrato da maior importância para os estaleiros e para a economia portuguesa”, referiu José Sócrates.
Outro acordo tem a ver com a construção, pelo Grupo Lena, de 12.512 habitações sociais e três fábricas pré-fabricadas, um negócio calculado em 682 milhões de euros.
De destacar ainda a assinatura de um memorando de entendimento para o fornecimento à Venezuela de mais 1,5 milhões de computadores “Magalhães” nos próximos três anos.
Foi igualmente assinado um memorando de entendimento para a cooperação energética e para a constituição de uma empresa mista de transporte e liquidificação de gás natural, sendo a Galp o parceiro português.
Para Sócrates, estes acordos significam “um grande desenvolvimento” da cooperação económica entre Portugal e a Venezuela.
Já o presidente venezuelano Hugo Chávez elogiou o “grande contributo de Portugal para o desenvolvimento do mundo” em termos de energias renováveis, considerando “impressionante” que elas produzam mais de 60 por cento da electricidade nacional.
“Este tipo de energia é o futuro. Algum dia há-de acabar o petróleo neste planeta – esperemos que em 3500 –, mas algum dia há de acabar. Temos de começar a preparar-nos para a era pós-petrolífera”, disse, numa visita à fábrica de torres eólicas da Enercom, em Viana do Castelo.
Hugo Chávez considerou que o esforço que Portugal tem feito nessa área “é um avanço para o bem não só do país mas de todo o mundo”.
O presidente venezuelano considerou “impressionante ver como Portugal gera mais de 60 por cento da sua electricidade” de fontes eólicas, solares e hídricas.
avatar
André Lopes

Mensagens : 14
Data de inscrição : 20/09/2010
Idade : 28
Localização : Vila do Conde

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum